segunda-feira, 21 de junho de 2010

Há umas semanas foi assim...

- Cumé meu cota, posso lavar o teu carro?

- Não é preciso, ele está limpo.

- Ai é? Então vou sujar...

E quase posso garantir que o meu queixo descaiu de espanto quando o vi abrir a braguilha e contornar o meu carro, de fálico na mão, urinando-o de fio a pavio. Melhor dizendo, e dadas as sacudidelas que garantiram maior área afectada pelo ataque, urinar é um termo suave demais para o acto. O que ele fez, na verdade, foi mijar-me o carro todo. Seguiu-se novo diálogo:

- E agora, meu cota, já posso lavar? São 500 kwanzas, mas se for com esponja são 1000.

E foi nesta altura, quando eu ainda tentava acreditar no que tinha acontecido, que o Sr. Paciência (sim, o guarda ainda é o mesmo - há que garantir eficiência) chegou ao local e correu com o miúdo dali para fora.

- Só agora, Sr. Paciência?

- Ainda cheguei a tempo.

- Ai é, de quê?

Como resposta, ou na falta dela, ostentou-me apenas os 4 dentes que fazem do seu sorriso uma coisa caricata de se ver... E prontificou-se a arranjar uns dengues para me lavar o carro.

- E vai ser free, Sr. Engenheiro!

5 comentários:

Anónimo disse...

Até que enfim!!!
Que saudades das crónicas!! Fiquei feliz por saber que vou voltar a reviver a terra e a minha gente, desse País imenso que é Angola!
Realmente o angolano é desenrascado! Não consegue de uma forma, toca a arranjar outra! E os miúdos têm uma escola...é a escola da vida, do desenrasca, de quem tem que sobreviver porque lhe falta desde cedo (ou nunca teve) um aconchego familiar...enfim, gostei!Continua
MIAU

Anónimo disse...

Acho que eu já não podia viver em Angola...
Nem sei o que faria a esse "dengue" se me fizesse uma cena dessas.
GT

Anónimo disse...

Embora não tenha grande piada(ou nenhuma!) aquilo que te aconteceu, eu fartei-me de rir, ao ler o comentário do GT!!!
ahahaha imagino se a situação fosse com ele!ahahahah desgraçado do "dengue", do Sr. Paciência, e de quem por aquelas horas mais próximas, lhe dirigisse uma palavra menos cuidadosa!ahahaha!
Êta que eu reagia igual ao GT!
É por algumas cenas dessas, que também eu, com o meu "mau feitio", acho que em Angola e especialmente Luanda, não conseguia gerir situações destas sem reagir logo a dar nas trombas a "dengues" e afins...!
Será que a impunidade aí por Luanda é TOTAL?!
o QUE ACONTECERIA SE LHE DESSES UM BELO DE UM "MORTEIRO" NAS TROMBAS, AO "DENGUE"?! NÃO SEI NÃO...MAS EU JÁ AÍ VIVI E NÃO RESITI A MUITA PROVOCAÇÃO E ERAM OUTROS TEMPOS!...
MAS A VONTADE E A ESPERANÇA DE VOLTAR PARA A MINHA PROVÍNCIA DE BENGUELA E AO MEU CUBAL, ESSA, É CONSTANTE E FORTE!
BEIJINHOS DE TODOS CÁ DE CASA!
Tia Bela

Tania disse...

Fartei-me de rir.. que história hilariante!! Em Londres não vais ter destas... vês o que perdes?? ahahahah

Sónia disse...

hehehe lindo!!!
Mais uma vez tenho que te dizer que tiraste uma colega minha, aqui do trabalho, de uma quase depressão hehehe
Parabéns e obrigada por teres voltado a escrever!!!
Sónia

Enviar um comentário