terça-feira, 15 de dezembro de 2009

A Dança


“Eu sei, eu sei, és a linda portuguesa com quem eu quero casar…”

- Angolana, Angolana! – emendava o Lopes, enquanto “varria” o salão com a cozinheira nos braços.

Gingavam de tal forma, ao sabor da música, que cheguei a temer que algum deles se desconjuntasse.

- Venha daí engenheiro! Olhe bem para esta ginga do Lopes, veja! – gritou, enquanto passava e repassava a parceira por baixo dos braços, obrigando-a a rodopios sem fim. Se ela não caiu tonta no chão, foi apenas porque o Lopes a segurava com firmeza, certamente.

Perguntei a alguém que, como eu, assistia ao show:

- Então, mas o que se passa aqui hoje?

- O Lopes… - respondeu-me ele sorrindo. – Tinha prometido à cozinheira que antes do Natal lhe mostrava o que era dançar. Está a cumprir a promessa!

Terminada a música, e depois de redescobrir o Norte, a cozinheira desafiou:

- Mestre Lopes, agora uma música da terra! Aguentas?

E o Lopes sorriu cheio de doçura, ensaiando três passos para o lado esquerdo, dois para o direito e estendendo a mão à moça. Aquilo serviria de resposta? Ela que pusesse a kizomba, mas é, e deixasse o resto com ele.

E o Mestre dançou. Tomou as rédeas ao ritmo e lá se foi rebolando ao jeito africano, enquanto conduzia o seu par pela sala. De vez em quando esticava as pernas, ao jeito do can-can, e ninguém percebia para quê. Muito menos a cozinheira que escapou por pouco de dois ou três pontapés. Mas tudo aquilo fazia parte da “performance do artista”, como ele explicou depois.

E foi já no decorrer do almoço que ele me confessou, num tom sério.

- Aproveitei e disse a essa cozinheira umas verdades que ela precisava de ouvir.

Ainda lhe perguntei que verdades eram essas, mas ele mostrou-se enigmático:

- Isso são segredos de um “galão” profissional.

5 comentários:

lótus azul disse...

Só para dizer que embora pouco comentado, este blog É GENIAL!

Ricardo disse...

Obrigado Lotus :)

Mesmo que nem todos comentem, é sempre bom ter feedbacks positivos.

Volta sempre!

Anónimo disse...

Não comento, mas todos os dias venho a este areópago da angolanidade bem humorada descontrair um pouco.
Continua a deliciar-nos, mesmo que sem comentários de retorno!...

Nuno Santos disse...

Grande ricas, traz o Lopes na mala para a gente se rir uma beca cá no Natal!!!
Abraço!!!
Buda

caçador disse...

tái gostei de tudo que li mas fico muito feliz mesmo porque angola tem tudo para ser um grande pais a só educar a garotada porque a um povo muito alegre e fui meu mail a 2149@gmail.com

Enviar um comentário