segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

De volta

E cá estou eu de volta a Luanda, reabrindo a época de recados. À minha espera estavam 30 graus e uma desilusão colectiva pelo empate de Angola no primeiro jogo do CAN2010. Talvez por isso tenhamos esperado três horas (!!!) para que as malas começassem a passear pelo tapete.

E para os marinheiros de primeira viagem foi o cartão de boas vindas mais fiel possível à realidade. Para quê enganá-los se se pode mostrar o que esperar de Angola logo ali, no aeroporto?

Facilmente se distinguiam ali os novatos. Eram os únicos que esbracejavam e tentavam arrancar de uma funcionária qualquer informação. Esta, espojada (sentar é um verbo que não se aplica ao uso que fazia da cadeira) limitava-se a dizer:

- Eu não sei nada disso. Isso é com a TAP. O meu trabalho não é esse.

A fúria e indignação dos "virgens de Angolanismos" contrastava com a resignação dos mais experientes nestas andanças.

- Mas ninguém faz nada? - gritava um dos aflitos.

- Para quê, meu senhor? Sente-se e espere.

"Bem-vindos a Angola", pensava eu...

1 comentários:

Tania disse...

Pelo menos uma coisa boa de estares longe... temos o blog de novo a funcionar e com novos recados para ler!

Bjos e aguenta!

Enviar um comentário